3 de dez de 2007

Últimas lágrimas






Queria eu essas fossem as últimas lágrimas
A última impressão de adeus
Assim não precisaria fingir ser feliz
Quando meu mundo estivesse desabando sobre mim
Queria que fosse apenas uma má sensação
Fechar meus olhos para dormi
E quando os abrissem novamente
Você estaria ali...
Me olhando à sorrir
Assim não precisaria suplicar para você ficar
Queria eu essas fossem as últimas lágrimas
As enxugaria gota a gota
Levantaria do meu leito sepulcral
Bateria a poeira
Ergueria a cabeça
Abriria um intenso sorriso
Pois não precisaria fingi-lo
Porque teria a certeza de ser novamente feliz
Queria eu essas fossem as últimas lágrimas
A última impressão de adeus...

Nenhum comentário:

THAY

THAY

ALGUÉM ESPECIAL

Minha foto
jequié, bahia, Brazil
:: tudo ou nada aqui :: Difícil entender o que sou e como sou, não estou aqui pra ser decifrada, gosto de ser um mistério, até mesmo pra mim. Não tentem entender meus textos, minhas poesias, não pensem muito, eu não pensei quando estava escrevendo. Escrevo pra desabafar sentimentos... tristezas que carrego sempre comigo, inerente à minha existência. O melhor de se ler poesias é poder criar seus próprios textos e entender sua própria história de vida, levem pra vocês, não prendam as palavras em mim nem em vocês. Não, não sou dramática, só levo meus sentimentos, minhas lutas às últimas consequências. Por quê?? porque a vida não tem edição de cenas!