20 de ago de 2008

" INDIFERENÇA " de . Mister Mistério..

" INDIFERENÇA "


Olho pela janela sem
avistar sua presença.
Me fecho e fico refletir
em tudo o que vivemos.
Me perco em lágrimas e
deixo minha emoção a
comandar os sentimentos
que bate no meu coração.
O meu corpo nú exposto e
entregue aos meus apelos
se contraem. Me vejo sem
rumo e sem sentido nessa
louca vontade de poder te
tocar e de te sentir minha.
Eu sem o seu calor e sabor
não sou nada e vejo o meu
mundo vazio. Sinto falta do
beijo molhado e seu abraço
apertado me envolvendo e
me querendo. Do olhar que
me encanta e me faz perder
a noção, razão. Vem que eu te
quero aqui do meu lado, vem
e me faz outra vez sorrir sem
medo de nada. Quero poder te
olhar de novo e te dizer que

EU AMO VOCÊ.

A tua presença!



No silêncio da noite

No meu quarto de dormir

Apenas o pulsar forte do meu coração

Era tudo que eu podia ouvir

Pensei em ti

E na força do meu pensamento

Comecei a ti sentir

E nesse momento

De tudo eu me esqueci

Logo assim que te vi

Nada mais me interessava

A não ser a tua presença

No meu leito a dividir

Maior ainda foi a minha ilusão

De te tocar

De te abraçar

E de te amar

As batidas do meu coração

Aos poucos se acelerava

Ao sentir o teu amor

De olhos fechados te procurei

Ainda na esperança

De quem ama com paixão

Mas meu peito se entristeceu

Quando nada aconteceu

Tudo ficou por conta

Da minha imaginação

Mesmo assim eu consegui

E ao mesmo tempo senti

A impressão

A emoção

E a doce sensação

De estar em tuas mãos...

THAY

THAY

ALGUÉM ESPECIAL

Minha foto
jequié, bahia, Brazil
:: tudo ou nada aqui :: Difícil entender o que sou e como sou, não estou aqui pra ser decifrada, gosto de ser um mistério, até mesmo pra mim. Não tentem entender meus textos, minhas poesias, não pensem muito, eu não pensei quando estava escrevendo. Escrevo pra desabafar sentimentos... tristezas que carrego sempre comigo, inerente à minha existência. O melhor de se ler poesias é poder criar seus próprios textos e entender sua própria história de vida, levem pra vocês, não prendam as palavras em mim nem em vocês. Não, não sou dramática, só levo meus sentimentos, minhas lutas às últimas consequências. Por quê?? porque a vida não tem edição de cenas!